Amor de Verdade


O que é o amor de verdade? Na vida, não tem nada mais cansativo do que você ser aquilo que você não é! É muito bom a gente ser olhado nos olhos por alguém que nos permita ser só aquilo que a gente é, alguém que nos acolheu do jeito que a gente é!

Por isso, eu creio que o verdadeiro amor chega na nossa vida, não é no dia em que o outro diz que nos ama. O verdadeiro amor chega na nossa vida no dia que o outro, sem dizer uma palavra, nos olha nos olhos e nos convence que nos ama sem precisar dizer, sem precisar usar do recurso da palavra.

Os olhos nos olhos nos deixa à vontade porque as pessoas que verdadeiramente nos amam, elas nos deixam à vontade para a gente ser aquilo que a gente é.

O Amor de Verdade

Quem descobre que o amor e a fraternidade consiste em você acolher aquele que tem qualidades e defeitos, vira realidade e será amado. Não é quando mostramos apenas as nossas qualidades que nos sentimos amados. É no dia que o outro descobre no meu amor o maior defeito e mesmo assim me olha, sorri e diz “eu te amo”, mesmo assim.

É por isso que na vida podemos nos ajudar. E o amor cristão passa pelo amor humano o tempo todo, porque há muitas pessoas que precisam disso. Isso é bom, isso é o mais importante da vida.

Como é que eu deixei a sua vida, no momento que eu passei por ela? Como é que você deixou a vida daquela outra pessoa no momento em que você passou pela vida dela? Você deixou alguma coisa que vale a pena ou você deixou marcas de destruição?

É por isso que a gente tem que ser na medida certa, que a gente tenha essa responsabilidade: “olha, se for para eu entrar na sua vida, eu só quero fazer o bem. Por que de gente que faz o mal, você já está cheio!”.

Por isso, quando for arrumar um namorado ou quando for arrumar uma namorada, antes de permitir que ele entre na sua vida, tire a sua maquiagem pra ele “ver” você. No momento que a gente pode se mostrar de fato, no momento que a gente pode se mostrar de verdade, eu serei só isso e nada mais. E aí o outro olha pra você e diz: “eu não consigo ser nem a metade do que eu sou longe de você e aí a gente começa se fazer bem.”

Agora, se eu puder trazer um dedinho de diferença na sua história, eu gostaria que você fosse você mesmo. É isso que faz a diferença!

Quando a gente faz tudo certinho ao outro, olha nos olhos e sorri. Agora, quando a gente faz tudo errado, aí que você descobre se o outro te ama, por que na vida nós só temos o direito de dizer eu amo depois de termos dito infinitas vezes que o amor tem perdão.

Esses namoricos que acabam na primeira vez que você pisou na bola, nunca tinham amor. Se a outra pessoa não é capaz de perdoar o seu erro, não será capaz de olhar nos seus olhos e recomeçar, por que a vida do ser humano é assim, cheia de defeitos e cheia de falhas.

Amar consiste em encontrar essas imperfeições e descobrir que nós somos o casal perfeito, de tão imperfeitos. Mas, juntos nós unimos as nossas forças e as nossas imperfeições. Eu te dou as minhas qualidades e você me dá as suas, e assim, a gente vai costurando os defeitos juntos.

O que me fascina em Jesus, é isso! Jesus olha nos olhos e só vê o que temos de bom.

Quem ama de verdade, nunca conta o passado e aponta sempre o futuro!  Não precisa olhar o que você fez e nem precisa olhar o que você deixou de fazer. Olha apenas aquilo que ainda pode ser feito.

Isso é o amor de verdade!

Veja também: