Uma Curta História Sobre Gratidão

Essa é uma curta história sobre gratidão que você precisa ver e ouvir. São histórias assim que são capazes de fazer a gente mudar nossos conceitos sobre muitas coisas nas nossas vidas.

Uma Curta História Sobre Gratidão

Havia um rei que tinha 10 cães selvagens e muito bravos. Quando um servo cometia algum erro, ele mandava jogá-lo aos cães para ser devorado.

Um dia, um dos servos mais antigos cometeu um pequeno deslize. Imediatamente, o rei ordenou que ele fosse jogado aos cães.

O servo então, se atreveu a pedir um último desejo: “Ó meu rei, eu o servi por dez anos. Por favor, poderia vossa majestade me conceder 10 dias antes de me jogar aos cães?”. O rei considerou que era um pedido razoável e resolveu atender.

Então, o colocou numa prisão e o servo pediu para preencher o seu tempo ocioso cuidando dos cães durante os seus últimos dez dias de vida. Os guardas concordaram e o servo passou o tempo limpando o canil, alimentando os cães, dando banho e muito carinho a eles.

Passados os 10 dias, o rei ordenou que o servo fosse levado para ser jogado aos cães, e assim foi feito.

No entanto, para a surpresa de todos, os cães não atacaram o servo, e sim, encheram ele de lambidas e carinho!

Muito surpreso e sem entender nada, o rei exclamou: “Mas, o que aconteceu com os meus cães tão ferozes?”. O servo respondeu: “Eu servi esses cães por apenas 10 dias e eles não esqueceram os meus serviços. Já você, meu rei, eu o servi por 10 anos e o senhor esqueceu de tudo no meu primeiro erro!”.

O rei caiu em si e ordenou que libertassem o servo.

Num primeiro instante, a gente pensa como o rei teve a capacidade de fazer isso com seu servo, dando  mais importância a um erro, ao invés de focar em todo o trabalho bem feito que o servo já havia feito?

Mas, se a gente parar para pensar, será que não fazemos isso com nós mesmos de vez em quando? Muitas vezes, focamos em uma coisa ruim, em uma coisa que deu errado ou no que fizemos de errado, deixando  passar batido todas as outras coisas boas que aconteceram!

Gratidão, é um exercício de focar no bom, é a chave que abre a porta para a felicidade, a chave que destranca a porta para tudo que nós procuramos na vida: felicidade e contentamento.

Pense sobre isso: o motivo que todos nós queremos alcançar algo na vida, seja algum bem material ou o que quer que seja, é para depois nos sentirmos felizes. Mas, a verdade, é que a gente pode sentir essa felicidade agora, aqui nesse instante, se nós formos gratos.

E, se você ficar em silêncio e sair um pouco do barulho do mundo, do que todos dizem para você ser ou para você fazer, e pensar por um momento pelo que você pode ser grato, com certeza você vai encontrar muitos motivos.

Seja grato pela comida na sua mesa, pelo ar nos seus pulmões, pela vida no seu corpo. Seja grato por ter oportunidade de tomar as rédeas da sua vida, se transformar e decidir agora mesmo que você vai ser grato por tudo na sua vida.

Seja grato pela força que você tem para passar pelos momentos difíceis, pela luz no seu coração que, às  vezes, pode ser um pouco fraquinha. Mas, a gente sempre pode acender e fazer brilhar ainda mais.

Seja grato por poder experienciar essa vida aqui e agora. A beleza e os milagres estão por toda a parte se a gente se permitir enxergar. E, existem inúmeros motivos para a gente ser grato.

Abra os seus olhos para esse presente lindo que você ganhou: viver aqui e agora. Muitos não estão tendo  mais essa oportunidade.

Gratidão pelo dia de hoje, seja ele como for, com os desafios que ele trouxer, desafios para me fazerem crescer, treinar minha paciência.

O que quer que o dia de hoje nos traga, gratidão!

Muita, mas muita gratidão por você, pela luz no seu coração. A gratidão tem o poder de acender a luz que existe dentro dos nossos corações.

Então, vamos ser gratos, e juntos, iluminar o mundo! Seja amor, seja luz!

Namastê…

Gostou? Essa foi uma curta história sobre gratidão. Ajude a espalhar a mensagem da Camila!

Veja também: