Poesia Se Eu Pudesse


Poesia Se Eu Pudesse

Poesia Se Eu Pudesse

Se eu pudesse falar…tudo que vivemos

Essa história que escrevemos

Mostrar tudo que nos atrevemos

E contar todos os momentos

Toda a ventura…aventura!

Essa maravilhosa loucura!

Ai se eu pudesse!

Voltar no tempo e ser seu templo…

Você que a todo tempo contemplo…

Ai meu Deus…dizer daquele amor!

Que me tirou o ar…arriscar…

E em ti aterrizar!

E atravessar o mar para te encontrar

E ali você estar para me buscar!

Nem o céu mais iluminado e estrelado

Nem a lua testemunha desse enredo

Ficaria a guardar segredo

Desse sentimento alado…alucinado!

E vem essa noite de inverno


Trouxe-me de volta esse amor terno…eterno!

Aquele vinho tinto…só instinto!

Das saudades que agora sinto

E do frio…que em teus braços foi calor!

Vivenciou nossos corpos como cobertor!

E a lareira em labaredas…

Desenhando nosso amor…sem pudor…

Tive que atravessar um continente

Pra ficar ciente do amor que és semente

E agora se reflete no meu semblante

Tudo que me descobriu como amante…

E que me delineou a ficar contigo incontinente

Olho insistentemente para o horizonte

Contando os minutos da sua chegada

Pois pra mim não importa mais nada…

 

Texto: Carmem Cecília

Edição e montagem: Elizabete Amanso

Música: Angel

Veja também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.