Conto de Natal Brasileiro


Vamos curtir um Conto de Natal Brasileiro? Uma pequena história para se emocionar e marcar essa data tão especial que é esperada o ano todo! Bora curtir com a gente?

Está chegando o Natal!

A gente espera o ano todo por ele e quando vai chegando perto, começamos a pensar em todas as coisas boas que aconteceram nesse ano e quantas outras a gente quer que aconteça no ano que vai entrar.

Eu fiquei olhando a árvore de Natal que a mãe preparou. Ela até me chamou para ajudar a montar. Disse que não teria conseguido fazer isso sem mim. Mas, eu sabia que era só para incentivar.

A criança não é boba, é só criança!

Conto de Natal Brasileiro

Eu estava olhando todos os enfeites pendurados. A gente colocou um por um, enquanto eu pendurava os mais baixos e minha mãe os mais altos. Escutava ela dizer que cada bola significava um desejo bom para o ano que vem, e, enquanto ela fazia os desejos eu percebi que quase todos eram sobre mim.

Aí, eu me perguntei baixinho: “será que se eu plantar uma bola dessas de Natal, nasceria uma outra árvore? Assim, mais pessoas poderiam pedir seus desejos também e coisas boas aconteceriam para todo mundo!”

Agora, minha mãe andava de um lado pro outro pela casa arrumando tudo para a festa com a família inteira e eu tinha algo a fazer. Peguei uma bola da árvore e levei pro quintal enterrei, bati a terra com as duas mãos e molhei com o regador aquele montinho que fica no lugar que a gente planta.

Daí em diante, todos os dias eu ia lá ver se a árvore de Natal tinha nascido.

Mas, sabe como é, o tempo foi passando e eu fui esquecendo, até quando descobri que uma plantinha brotava bem no lugar onde eu tinha plantado aquela bola, bem certinho no lugar.

Será? Eu não contei pra ninguém!

A árvore foi crescendo, crescendo e crescendo. Pra falar a verdade, aquela planta não estava ficando parecida com uma árvore de Natal. Ela não era pontuda e a folha dela era normal demais. Depois de um tempo, até percebi que estava nascendo uma fruta e não bola de Natal.

Deixei para lá!

Depois disso, passaram-se vários Natais. Mas, esse último foi especial. Eu cheguei em casa já quase de noite para tomar banho e me preparar pra festa. Quando eu entrei, ué, cadê todo mundo?

Atravessei a sala toda e nada. Na cozinha, ninguém. Mas, quando cheguei no quintal tomei um susto!

Vi uma árvore de Natal bem grande com bolas bem mais bonitas, toda iluminada e cheia de enfeites. Minha família estava reunida em torno dessa árvore. Eles estavam me esperando!

Aquela era a minha árvore de Natal que já vinha com desejos pendurados por natureza e tinha muito espaço para que todos ali pendurassem outros mais!

Minha mãe olhou nos meus olhos e disse que todos os sonhos merecem ser realizados e que aquela era a minha árvore de Natal!

A minha mãe plantou pra mim uma laranjeira!

Veja também: