Casada Que Sonha Com Amor Do Passado

História de uma casada que sonha com amor do passado. Seria traição ou injustiça com o próprio marido, ou não? Veja e tire suas próprias conclusões sobre isso!

Olá, sonhadores! Bom estar de volta com vocês!

A sonhadora mandou a sua história, eu vou chamá-la de “Ana” para ser mais fácil nosso diálogo.

Casada Que Sonha Com Amor Do Passado

“Eu tenho um sonho recorrente há sete anos. Na época, frequentei a escola sempre na turma do meu primeiro amor. Nunca namoramos, sempre fomos apenas amigos. Naquela época eu gostava dele em segredo. Mas o conteúdo do sonho é sempre com beijos em encontros sensuais.”

“Porém, este sonho me deixa muito aflita, pois meu inconsciente está tentando me mostrar algo que eu não consigo entender, porque a princípio sou bem casada, amo de verdade meu marido e tenho uma filha.”

Ana, ninguém duvida que você ama de verdade seu marido, que você tem uma filha e que você leva a sua vida de casada, mas dentro de você existe uma outra “Ana” e que está no seu inconsciente que ainda sonha com o primeiro amor, e embora vocês nunca tenham namorado, você gostou muito dele, mas você nunca conseguiu dizer isso a ele, você nunca conseguiu falar do seu amor, você nunca conseguiu provar o seu amor.

E aí, vem o sonho, esse mecanismo compensatório e a gente sabe que a psique também vem. Então, o inconsciente é esse mecanismo compensatório que tem uma energia que deve estar reprimida e deve estar contida.

Você citou aqui que sonha há pelo menos sete anos e aí você pode ter um sonho onde não há censura, o inconsciente não conhece, não há regras e não há convenções. O inconsciente traz esse conteúdo, permite e autoriza que você se relacione com ele, que você tenha um encontro com ele que foi um grande amor e que você tenha um encontro sensual.

Como esse foi um grande amor, em alguma dimensão sua ainda é um grande amor!

Você como uma mulher casada que ama o seu marido e em tese não poderia ter um sonho desses, entenda que uma convenção ao ser social que está casada e que pelas leis sociais não poder sonhar com outro homem, ter um outro homem, beijar outro homem, isso é o que convém com a sociedade. É aqui que a gente se insere.

Agora, na alma não tem essa divisão. A alma não conhece essa proibição. Há uma busca do que é bom e o que é bom anda dentro de você, que é sonhar com o seu primeiro amor, ter um encontro com ele e beijá-lo.

Então, não se culpe, na verdade é um sentimento que acaba brotando de um sonho. Lá dentro tem uma “Ana” que pode sim sonhar, amar e se aproximar do amor que ela não conheceu e que ela não viu. Num sonho, vem pra consciência e você acaba vivendo uma situação que está reprimida querendo se expressar. Isso não quer dizer que você seja infiel ou que você seja uma má esposa.

Você só é um ser humano!

Veja também: