PUBLICIDADE

Qual o Significado da Quarta-Feira de Cinzas

Muitas pessoas ainda não sabem qual o significado da quarta-feira de cinzas. Para isso, vamos te explicar de forma muito simples para que todos entendam e compreendam.

Para você que não sabe qual o significado da quarta-feira de cinzas que marca o início da quaresma, saiba que é uma data de suma importância. As perguntas que poderíamos colocar são: por que uma quarta-feira?

Na verdade, como a quaresma representa 40 dias, os quarenta dias eram contados do Domingo de Ramos pra trás e terminava exatamente na quarta-feira, que era chamado então, de quarta-feira de cinzas.

É claro que as cinzas aqui, não tem nenhum tipo de ligação com as cinzas físicas, mesmo com uma festa que vinha antes, que é chamada hoje e se conserva o nome de carnaval, embora o carnaval de hoje não tenha link nenhum com aquele que era lá da igreja primitiva, que era uma grande ceia, onde todos estavam ali se confraternizando para consumirem toda a carne que tinham disponível, por que não tinham freezer e não dava pra congelar.

Então, se consumia toda a carne que se tinha disponível, já que durante a quaresma não se comia carne. Portanto, a terça-feira é o último dia que se comia carne. Por isso, era chamada de terça-feira de carnaval. Não tem nada a ver com a festa que hoje nós encontramos, embora alguns tentem fazer algum link, mas eles são sempre muito artificiais.

Qual o Significado da Quarta-Feira de Cinzas

A quarta-feira de cinzas não é a cinza, por exemplo, do churrasco da carne que foi feita. Essa sim, tem uma outra história. A história dela está lá no antigo testamento, quando nós encontramos várias cenas no livro de Jonas, onde de maneira muito direta, a gente pode ver Jonas anuncia a necessária conversão para o povo lhe de Nínive, e eles com a disposição exterior, a externam se vestindo de saco e colocando as cinzas sobre si.

Então, a cinza é uma demonstração exterior de uma disposição interior de conversão. Claro que tem a ver com a própria cinza, que retira o gosto da comida se colocada nela. Ela deixa a pessoa com aparência de suja, mostrando que ela está num tempo realmente de purificação.

Mas a cinza era administrada desse jeito. Se colocava sobre a cabeça como um gesto de alguém que faz penitência e por isso o nome da quarta-feira de cinzas, ou seja, quarta-feira de penitência. E, a penitência, realmente faz parte da quarta-feira de cinzas.

É por que somente na quarta-feira de cinzas e na sexta-feira santa, que a igreja nos pede que façamos jejum e abstinência. Abstinência aqui é de carne, por que não se comia carne durante a quaresma. Tanto no primeiro dia da quaresma como no tríduo pascal, a igreja continua pedindo que não se coma carne.

Alguém pode dizer: mas eu não posso comer? Não é que não pode, a igreja está dizendo que é um gesto bonito você abrir mão de carne vermelha nesta data, em sinal de penitência pelo tempo que se vai viver.

Agora, o jejum é realmente solicitado, de acordo com a possibilidade de cada um.

Existem várias formas de se fazer jejum, é e claro que no princípio, a proposta era nada mesmo. Mas, à medida que se vai amadurecendo, também se vai vendo que tem várias propostas que cada um pode pegar, aquilo que lhe é mais adequado, dependendo do seu próprio ritmo de vida.

Mas, é sempre bom que a gente não fuja daquilo que a gente pode fazer. Não faça menos do que aquilo que realmente somos capazes de fazer.


É daí que vem o jejum e a abstinência da quarta-feira de cinzas.

Mas, de onde vem a cinzas? As cinzas da quarta-feira que são administradas sobre nós nessa quarta-feira, ela na verdade, conecta os tempos. O ano passado é conectado neste ano, a partir da cinza que inicia esta quaresma.

O Domingo de Ramos que encerra os 40 dias da quaresma, é marcado por aquela bonita Procissão de Ramos, com aqueles ramos de palmeiras, quase sempre, mas pode ser qualquer outra planta também.

No início da quaresma, se recolhe esses ramos. As pessoas ou a própria paróquia, a própria igreja já guardou e ela queima esses ramos. E, desses ramos, se prepara a cinza que vai ser administrada na quarta-feira.

Então, vejam um ano que se conecta no outro. O último dia da quaresma de um ano que se conecta com o primeiro dia da quaresma do outro ano. As quaresmas que vão se encaixando e vão se conectando.

Isso que é bonito de se ver, onde os ramos não foram guardados, logicamente, se faz daí a cinza de alguma alguma outra coisa. Mas, é o ideal que seja feito desse jeito. Onde não tem, aí paciência. Mas é costume se guardar nas paróquias.

Por fim, é quando o padre administra as cinzas sobre a cabeça, sobre o fazer o sinal da cruz sobre a testa, ele vai dizer para aquela pessoa que ela tem duas opções, uma é de dizer: “converta-te e creia no evangelho”, que é aquela expressão de Jesus quando começa a sua vida pública, ou então, aquela frase mais adequada que é de dizer: “lembra-te que és pó e ao pó retornarás”, fazendo um link muito bonito da quaresma com a nossa vida.

Nós que viemos do pó, claro que essa referência é a criação de Adão, onde Deus vai modelando o barro, então o pó, e depois vai soprar sobre ele a vida, mas dizendo à humanidade que ela vem do pó e ao pó a gente retornará, porque é o fim da nossa vida. Nós somos realmente enterrados ali, entregues à terra e ali nós vamos ficar.

Pra dizer bem claro qual é o itinerário da quaresma, é sabermos que a nossa vida que teve início aqui, também terá um fim aqui. Mas ela aponta para uma ressurreição que virá depois, sabendo que, exatamente porque ela tem começo, ela tem fim.

A gente não pode apostar nas coisas aqui como se fossem pra sempre. E, é isso que abre de verdade o coração para o bem, para a bondade, para a caridade. Saber que só permanece conosco o bem que nós fazemos aos outros, as outras coisas escorre entre os nossos dedos.

Esse tempo de penitência que é a quaresma, é para isso, para crescermos no amor a Deus e ao próximo. Lembrando bem claro, que aquele que diz que ama um Deus que não vê e não ama ao próximo que vê, São João lembra na sua primeira carta, recebe o título de mentiroso. É impossível!

E você, já sabia o qual o significado da quarta-feira de cinzas?

Veja também: