Músicas Românticas Internacionais Love Songs • Anos 70 80 e 90 Part 17

AVISO! este vídeo contém músicas que poderão fazer você chorar!!
Músicas Romãnticas Internacionais, as melhóres músicas romãnticas dos anos 70 80 e 90.
AQUI OS OUTROS 16 VIDEOS DA COLETÃNEA ➜ https://www.youtube.com/watch?v=lOIFCYutPIA&list=PLfhsfSM9Nje5ptCbrH6Rdp0hBxY5r8REx

Clique no tempo abaixo para ouvir a música selecionada.

01 [00:00] I Want To Know What Love Is — Foreigner
02 [04:49] Cherish — Kool And The Gang
03 [08:46] Waiting For A Girl Like You — Foreigner
04 [13:16] Take It On The Run — REO Speedwagon
05 [17:09] Emotion In Motion — Ric Ocasek (The Cars)
06 [21:22] The Promise You Made — Cock Robin
07 [25:13] More Than I Can Say — Leo Sayer
08 [28:46] Wherever Would I Be — Dusty Springfield & Daryl Hall
09 [32:33] Holy Roller — Nazareth
10 [35:53] Lo Dejaria Todo — Chayanne
11 [40:24] Sara — Starship
12 [44:57] Forever Young — Alphaville
13 [48:32] Still Loving You — Scorpions
14 [54:29] I Don’t Want To Live Without You — Foreigner
15 [59:08] How ‘Bout Us — Champaign
16 [01:03:38] Easy — Lionel Richie And The Commodores
17 [01:07:42] Mandy — Barry Manilow
18 [01:10:56] Lost In Love — Air Supply
19 [01:14:44] Tears — Bonnie Tyler and Frankie Miller
20 [01:18:23] Never Say Goodbye — Bon Jovi

2 thoughts on “Músicas Românticas Internacionais Love Songs • Anos 70 80 e 90 Part 17

  1. {Mensagem do Dia}

    Quando nos comprometemos com o melhor de nós mesmos só coisas boas acontecem e o êxito é inevitável. Tem coisa melhor do que ir dormir com a sensação de dever cumprido e motivado para acordar no outro dia e fazer ainda mais e melhor do que fez hoje?
    Quando você aprende a gostar do que faz e encara aquilo como um projeto de vida, como algo que te traz, além da realização profissional, a sua realização íntima e pessoal, tudo fica mais fácil, mais leve e até mais divertido de fazer, mesmo em frente aos problemas e adversidades – que existem para todos e em todas as áreas de atuação.
    Você só precisa encontrar a motivação dentro de você e mantê-la viva, pulsante, não importa o que acontecer. Porque é a força do trabalho que impulsiona o homem para suas maiores conquistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *