Soleado Francisco Cuoco

Eu te amarei, querida, sempre
E eu estarei lá, sempre e um dia, sempre
Se você me dissesse para chorar por você, eu poderia
Se você me dissesse para morrer por você, eu faria
Dê uma olhada no meu rosto
Não há preço que eu não vou pagar
Para dizer estas palavras a você
irenegribeiro@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *